Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal

O PPGCA pertence ao Centro de Ciências Agrárias (CCA), da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA), e foi criado a partir de uma iniciativa de docentes do curso de Medicina Veterinária. Este programa teve suas atividades acadêmicas iniciadas em 2006, oferecendo o Mestrado Acadêmico em Ciência Animal, em caráter multidisciplinar, sob a orientação do Prof. Dr. Benito Soto Blanco. Após avaliação trienal (2007–2009), o PPCGA obteve mudança de conceito de 3 (três) para 4 (quatro), o que possibilitou no ano de 2010, a aprovação do Doutorado Acadêmico em Ciência Animal, cujo ingresso de discentes ocorreu em março de 2011. 

Na avaliação do quadriênio 2013–2016, o PPGCA obteve novamente mudança de conceito de 4 (quatro) para 5 (cinco), possibilitando sua inserção definitiva no cenário nacional e internacional da pós-graduação. Assim, até 2020, mais de 214 (duzentos e quatorze) mestres e 97 (noventa e sete) doutores em Ciência Animal tiveram suas dissertações e teses defendidas, respectivamente, totalizando mais de 311 (trezentos e onze) egressos. Todos os trabalhos desenvolvidos encontram-se dentro de uma abordagem investigativa do semiárido brasileiro em vários setores científicos, comerciais, tecnológicos, inovadores, conservacionistas e ecológicos.

De maneira sucinta, o PPGCA propõe-se a fornecer subsídios para esclarecer e solucionar os problemas encontrados na região semiárida do Nordeste brasileiro. Nós somos o único programa com Mestrado e Doutorado Acadêmico em um eixo de 250 km na área de Medicina Veterinária, inseridos totalmente na região semiárida, na interface da área urbana e rural. Sem sobras de dúvidas, esse é o nosso maior diferencial, somo um programa fora de uma capital federal e que está intrinsicamente envolvido com o cenário de uma região semiárida. Nesse sentido, o PPGCA tem contribuído de maneira intensa na qualificação de profissionais com atuação na interiorização da pesquisa e no ensino da região. Tal afirmativa pode claramente ser comprovada pelo número de egressos do PPGCA inseridos em diferentes instituições de ensino público e privada, bem como em setores autônomos e de fiscalização da região. 

A região semiárida do Nordeste do Brasil apresenta características peculiares, especialmente quanto as suas condições meteorológicas, sua fauna e sua flora. Em geral, essa região apresenta como aspecto marcante a sucessão de anos seguidos de seca, associado à alta variabilidade espacial e temporal de chuvas. Esta região possui uma temperatura média anual de 27°C, apresentando chuvas irregulares, as quais são frequentemente distribuídas em um curto período de três meses, seguido de um longo período seco. Além disso, a região semiárida é dominada pelo bioma Caatinga, o qual representa uma das áreas mais inóspitas do país, sendo considerado o único bioma exclusivamente brasileiro. Portanto, as associações de todos esses aspectos edafoclimáticos em combinação a uma diversidade cultural e social, reforçam a necessidade de pesquisas de qualidade voltadas para o desenvolvimento desta região.

Abaixo estão listadas as diferentes gestões (Coordenador/Vice-Coordenador) do PPGCA: 

– 2006 a 2009: Benito Soto Blanco/José Domingues Fontenele Neto 

– 2009 a 2011: Alex Sandro Campos Maia/ Alex Martins Varela de Arruda

– 2011 a 2013: Alex Martins Varela de Arruda/Alexandre Rodrigues Silva

– 2013 a 2015: Jean Berg Alves da Silva/Alexandre Rodrigues Silva

– 2015 a 2017: Valeria Veras de Paula/Jean Berg Alves da Silva

– 2017 a 2019: Alexandre Rodrigues Silva/Alexsandra Fernandes Pereira

– 2019 a 2021: Alexsandra Fernandes Pereira/Alexandre Rodrigues Silva

17 de setembro de 2020. Visualizações: 70. Última modificação: 08/10/2020 07:37:35